quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

nosso solo é coletivo
é terra de sonhos unidos
é chão com reflexo do céu infinito
é brilho convergindo
é sabor das bocas destemidas
é o peito pulsante
aqui o solo é vibrante
dourado de verão
conexão direta cabeça alma coração
união de mentes sãs
vida ativando a circulação
sonhos em trânsito livre
criação emergindo em terra quente
mente em ebulição
sou amante de quem pisa nessa terra firme
aqui meu corpo em alerta realiza
a realidade em período fértil


eu sou um coletivo de solos
Eu não sonho solo
Eu sonho coletivo










3 comentários:

Dani Barbosa disse...

também sonho coletivo!

Hildebranda disse...

linnnddo! arraza ném! sonhamos coletivos e coletivo realizamos

Marcello Melo disse...

Com base em sonhos ou realidade animada, vestido de preto ou de cara pintada, indivíduo isolado é um rosto moldado no pano escuro da lua, cabe ao mundo mostrar-lhe a outra face, não ser coletivo é perder a melhor parte do sonho.